Recents in Beach

Resumo: O Melhor de Peter Drucker: O homem - capitulo 11 "Comunicações Efetivas"


Nesse capitulo DRUCKER fala sobre comunicações efetivas dentro de uma organização, porém podemos usar para situações cotidianas em geral. Em sua analise visionaria estamos vivendo uma era com excesso de meios de comunicação. O que pode empobrecer a maneira que nos comunicamos. Baseado nos erros mais comuns ele nos dá quatro aspectos fundamentais da comunicação:

  1. Comunicação é percepção
  2. Comunicação é expectativa
  3. Comunicação expõe exigências
  4. Comunicação e informação são coisas diferente e, na verdade, totalmente opostas; no entanto são interdependentes.

COMUNICAÇÃO É PERCEPÇÃO, EXPECTATIVA E EXIGÊNCIA


DRUCKER nós dá um exemplo de Zens budistas, sufis do Isla e os rabinos Talmed " Há alguns barulhos na floresta quando uma arvore cai e ninguém esta perto para ouvi-las?" a resposta é há ondas sonoras, mas não há SOM. O som é criado pela percepeção 
"Não há som, se ninguém consegue ouvi-lo" 
Assim contrario aos modelos de comunicação que estudamos DRUCKER afirma "É o receptor quem comunica" Se não houver receptor a comunicação não acontecerá.
Portanto é preciso conversar com as pessoas usando os termos da experiencia delas.
"A comunicação só é possível usando a linguagem do receptor."
No que diz respeito ao meio de comunicação uma pergunta precisa ser feita: "Essa comunicação está dentro dos limites de percepção do receptor? Ele é capaz de recebe-la?"
Dificilmente se considera que pode haver outras dimensões de acordo com nossa experiencia emocional 
A percepção é condicionada à capacidade cada individuo tem de interpretar a realidade


COMUNICAÇÃO E INFORMAÇÃO


COMUNICAÇÃO =  percepção, a informação e logica
A informação é formal e não tem significado alem daquele que quer informar.

 "Quanto mais ela pode se libertar do componente humano, ou seja, de coisas como emoções e valores, expectativa e percepção, mais validade é confiável ela se torna." (DRUCKER, 2001, P.137)
Ou seja vai ficando mais informativa.

A informação é sempre codificada, para ser recebida e usada, o código deve ser conhecidos pelo receptor.

A comunicação em geral pode não depender da informação, podemos considerar comunicação uma "experiencia compartilhada", sem qualquer logica sobre o conceito de informação.

COMUNICAÇÃO PARA CIMA E PARA BAIXO


Frequentemente realizamos comunicação PARA BAIXO, focando no que queremos dizer. Porém isso não significa que  não devemos esforçar mais para fala, muito pelo contrario, precisamos aprender de que modo dizer. E não aprendemos descobrimos isso "falando para"

Para DRUCKER só "Ouvir" também não funciona. Ouvir é um pré-requisito para comunicação. É apenas o ponto de partida.

ADMINISTRAÇÃO POR OBJETIVOS


"Administração por objetivos é um pré requisito para comunicação eficaz"
O subordinado precisa apresentar ao superior suas próprias conclusões e quanto suas contribuições são importantes para organização.
Dificilmente o subordinado chega a expectativa do superior, pois logicamente há divergências entre a percepção entre o superior e o subordinado. A percepção é a visão da realidade de ambas as partes
Perceber que o superior e o subordinado vem as mesma realidade diferente, já é, em si, comunicação"
A Administração por objetivos proporciona a possibilidade do receptor (Subordinado) entender melhor as tomas de decisão, ao problemas da prioridades e o mais importante a responsabilidade por uma decisão.
Portanto não podemos reduzir a comunicação apenas como um sistema de

MIM → VOCÊ

Mas a comunicação deve acontecer

ENTRE NOS 
↔ 
Lembrando: a Comunicação não é um MEIO de organização, mas sim um MODO de organização.



DRUCKER, Peter. O melhor de Peter Drucker: O homem. São Paulo: Nobel,2001.

Postar um comentário

0 Comentários